Busca no site:

Gestoras da Seduc do Piauí participam de encontro sobre avaliação de Redes de Ensino em Minas Gerais

Com o  objetivo de refletir sobre os avanços e dificuldades da avaliação externa em cada estado, além de definir novos encaminhamentos para melhorias em 2014,  aconteceu nos dias 18 e 19/12, o   encontro do Sistema de Avaliação das Redes de Ensino- SIARE.  Um evento organizado pelo CAEd da Universidade Federal de Juiz de Fora – MG.  A Secretaria de Estado de Educação e Cultura (SEDUC) está sendo representada na cidade mineira  pelas professoras Joara Delane, superintendente de Ensino e  Ivanilde Castro, diretora da Unidade de Planejamento (UPLAN).

“O encontro é uma oportunidade de troca de experiências com outros Estados que também realizam avaliação externa em sua rede”, explicou a diretora da UPLAN. Ela ressalta que isso proporciona novos olhares sobre tudo o que revela os resultados de uma avaliação.
Segundo a superintendente de Ensino, O SAEPI vem colaborando com os avanços da educação piauiense, a exemplo dos dados revelados pelo PISA (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes) e ENEM ( Exame Nacional do Ensino Médio). ” É a partir desses resultados que a Seduc define políticas públicas com foco nas fragilidade diagnosticadas”, afirmou Joara. Ela lembrou que todos esses avanços refletem o empenho do governador Wilson Martins e do Secretário Átila Lira pelo crescimento do Estado.

O Centro de Políticas Públicas e Avaliação de Educação – CAEd é o Instituto que realiza o SAEPI, sistema de Avaliação Educacional do Piauí.

Fonte: Portal da Secretaria de Educação e Cultura do Estado do Piauí


Criado em: 27 dez 2013 | Categoria: Notícias |

Experiências bem-sucedidas recebem premiação em Recife

Primeira colocada na terceira edição do prêmio Experiências Educacionais Inclusivas – a Escola Aprendendo com as Diferenças, a Secretaria de Educação de Florianópolis vai poder indicar dois representantes para viagem à Espanha. No país ibérico, os catarinenses conhecerão o processo de inclusão de crianças com deficiência na educação infantil pública. A viagem terá duração de sete dias, no primeiro semestre do próximo ano. A solenidade de premiação foi realizada nesta sexta-feira, 6, em Recife.

O roteiro na Espanha e a data da viagem serão definidos pelo Ministério da Educação e pela Organização dos Estados Ibero-Americanos para Educação, Ciência e Cultura (OEI), parceiros na organização do prêmio. O segundo lugar entre as secretarias de Educação ficou com o município de Erechim (RS). O terceiro, com Governador Valadares (MG). O prêmio para será um intercâmbio de visitas entre as redes de ensino das duas cidades em 2014.

Na categoria escolas, a vencedora foi a Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Comissário Francisco Barbosa, de Maracanaú (CE). A instituição receberá R$ 10 mil. A Escola Municipal de Educação Infantil Professora Ida Venturelli Mengual, de Pontal (SP), ficou em segundo lugar e terá R$ 8 mil. A terceira colocada, Escola Municipal de Educação Infantil Irmã Consolata, de Erechim (RS), ficará com R$ 6 mil. Além do prêmio em dinheiro, as instituições de ensino receberam troféus e diplomas e realizarão visitas recíprocas de intercâmbio.

O Instituto Rodrigo Mendes, de Cotia (SP), recebeu menção honrosa. Organização sem fins lucrativos, o instituto desenvolve programas de formação para tornar a escola pública capaz de acolher toda e qualquer criança.

Retrato — De acordo com Martinha Clarete, diretora de políticas para a educação especial do Ministério da Educação, a terceira edição do prêmio revelou experiências muito significativas desenvolvidas no país, tanto de secretarias de Educação quanto de escolas, nas capitais e no interior. Na avaliação da diretora, esse retrato do ensino é uma resposta aos investimentos do governo federal na educação infantil inclusiva em áreas como formação de professores, criação de salas de recursos e acessibilidade arquitetônica.

Hoje, segundo Martinha, o Brasil conta com 60 mil matrículas de crianças com deficiência na educação infantil em classes comuns. Além disso, dois mil municípios alcançaram 100% de inclusão de crianças em creches e na educação infantil. Para ela, o desafio no próximo ano será o de fazer com que todas as redes municipais cheguem a 100% de inclusão.

Fonte: MEC


Criado em: 09 dez 2013 | Tags:
Categoria: Notícias |

Provas do Spaece começam a ser aplicadas a alunos dos Ensinos Fundamental e Médio

Estudantes do Ensino Médio de toda a rede estadual começaram a fazer os testes do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (Spaece) 2013. As provas começaram a ser aplicadas no dia 3 de dezembro e seguem até o dia 6 deste mês. Participam da avaliação alunos de 1º, 2º e 3º ano, além da Educação de Jovens e Adultos (EJA)

Os estudantes do Ensino Fundamental, por sua vez, farão os testes entre os dias 9 e 13 de dezembro. Alunos de 2º, 5º e 9º ano, além da EJA, realizarão as provas.

O Spaece tem por objetivo fornecer subsídios para formulação, reformulação e monitoramento das políticas educacionais. O Sistema funciona como uma ferramenta importante para diagnosticar os resultados escolares e prestar contas, à toda a sociedade, de como se encontra a qualidade do ensino público cearense.

Os resultados têm servido de base à implementação de políticas e de práticas pedagógicas nas escolas e municípios.

Fonte: SEDUC – CE


Criado em: 09 dez 2013 | Tags:
Categoria: Notícias |