Busca no site:

CAEd realiza ciclo de treinamentos do sistema online de correção de avaliações de escrita

Tamanho do texto: A- A A+

O CAEd finalizou, no dia 12, um ciclo de treinamentos para correção online de textos. O objetivo foi capacitar supervisores e suas equipes no trabalho via web com ditados e produções textuais. A Coordenação de Instrumentos de Avaliação (CIA), através dos analistas Higor Pifano, Leila Martins e Roberta Fulco, desenvolveu e acompanhou o processo, dividido em três etapas.

Higor, responsável pela supervisão das atividades, destaca que “cada projeto possui um público específico com uma bagagem cultural e educacional rica, o que podemos observar sempre nas produções textuais dos alunos, pois a avaliação de escrita apresenta um diagnóstico fiel das habilidades desenvolvidas pelos estudantes, uma vez que também consegue captar a visão de mundo de nossas crianças e adolescentes”.

Projetos visam certificação e diagnose da educação

A capacitação para correção das redações dos Exames Supletivos de Minas Gerais representou a primeira fase do ciclo. Com a finalidade de certificar os alunos, esta avaliação acontece a cada seis meses. O treinamento para os corretores das provas aplicadas no segundo semestre de 2011 foi realizado em Belo Horizonte, em 27 de dezembro.

Nos dias 28 de dezembro e 4 de janeiro, em Juiz de Fora, ocorreu o treinamento para os corretores dos ditados dos projetos SAERS (RS) e SAEMS (MS), que visam medir a proficiência dos alunos.

A terceira e última etapa do ciclo aconteceu de 5 a 12 de janeiro, em Salvador, Campo Grande e Manaus. A intenção era obter um diagnóstico do desempenho das redes de ensino referente à avaliação de escrita em larga escala. Os projetos participantes foram Avalie BA (BA), SEMED (MS), SAEMS (MS) e SADEAM (AM). “Esses treinamentos permitem estreitar os laços entre o CAEd e seus colaboradores”, considera Higor.

Resultados podem melhorar a educação no país

Foi a primeira vez que o sistema online de correção foi aplicado em todos os projetos que tiveram avaliação da escrita. Os corretores, professores das áreas de Letras e Pedagogia com experiência na função, estão em fase de conclusão dos trabalhos.

Os resultados dessas avaliações permitirão a implementação de políticas públicas no sentido de melhorar a qualidade da educação. Higor elogia: “As secretarias de educação estão de parabéns por apostarem nesse tipo de diagnóstico”.


Criado em: 23 jan 2012 | Categoria: Notícias |